Adoção de crianças no RN cresce 15% durante a pandemia


Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Em 2020, mesmo em um cenário de pandemia, foram registradas 31 adoções no Rio Grande do Norte. O número é cerca de 15,% superior ao de 2019, quando foram concluídos 27 processos de adoção. Os dados são do Sistema Nacional de Adoção (SNA).

Dessas adoções, mais de 80% são de crianças de etnia identificada como parda ou preta, e 30% são na faixa etária de 6 a 12 anos.

Segundo o coordenador da Infância e Juventude do TJRN, o juiz José Dantas de Paiva, é uma mudança de perfil significativa, pois geralmente os pretendentes estão voltados para crianças de colo ou recém-nascidas.

Nesse sentido, o juiz ressalta a importância do programa Atitude Legal, desenvolvido pela Coordenadoria da Infância e Juventude do Poder Judiciário do RN (CEIJ).

“Esse programa deu uma dimensão diferente às adoções, em termos de divulgação, de reuniões permanentes com as maternidades, envolvimento das maternidades e rede de proteção, treinamento dos servidores, inclusive dos agentes de saúde, entre várias ações”, comenta José Dantas de Paiva.

O juiz destaca ainda outros dois pontos que contribuem para uma nova visão por parte dos candidatos a adotar crianças e adolescentes.

O primeiro é a realização dos cursos de formação para pretendentes à adoção, onde os candidatos ampliam a visão que tinham, mudando em alguns casos o perfil desejado de criança.

O segundo ponto importante é de ações como a Semana Estadual da Adoção, que ajudam a sensibilizar a sociedade para a importância do tema.

Atualmente, dados da CEIJ, baseados no Cadastro Nacional de Adoção, registram  500 pretendentes à adoção cadastrados no Rio Grande do Norte. Além disso, 48 crianças e adolescentes estão aptos à adoção. Destas, apenas duas são crianças, os demais são adolescentes com idades entre 13 e 17 anos.

Semana Estadual de Adoção acontece nesta quinta-feira (20)

A partir desta quinta-feira (20) até o dia 29 de maio, a Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude realiza a sétima edição da Semana Estadual da Adoção, com eventos que visam conscientizar a população a respeito do ato de adotar.

Com a pandemia do coronavírus, desde o ano passado, a Coordenadoria e os parceiros, realizam o evento de forma online, com palestras e momentos à distância.

Este ano, a programação se estende, com palestras, reuniões, rodas de conversa, atendimento individualizado e outros momentos com os pretendentes à adoção e a rede de proteção de crianças e adolescentes.

A programação de abertura começa às 8h30, do dia 20, com a cerimônia de início da Semana e a exibição do vídeo “Adoção narrada por uma criança”, no ambiente virtual Zoom do TJRN.

Na sequência, às 9h, terá início a Reunião da Comissão Municipal de Direitos Humanos, onde será debatido o papel do Legislativo e a construção de políticas públicas de acolhimento. A sessão será transmitida no canal da TV Câmara no YouTube.

Com informações do TJRN.

Previous Surfista potiguar Ítalo Ferreira ganha filme sobre sua vida; veja trailer
Next Turismo de Vacina: Agências no RN oferecem pacotes de R$ 18 mil para imunização nos EUA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.