Anac autoriza e Itapemirim anuncia data dos primeiros voos em Natal


Itapemirim (Foto divulgação)

Depois de receber sinal verde da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para atuar como operadora aérea, a Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) confirmou a data dos seus primeiros voos comerciais. Em Natal, a operação começa no dia 1º de agosto.

Além da capital potiguar, a Itapemirim atenderá outras 13 cidades brasileiras, sendo cinco delas no Nordeste. Também no dia 1º de agosto começam os primeiros voos em Recife (PE), Maceió (AL), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC) e Vitória (ES).

Mas a empresa já estará operando desde 30 de junho em Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Porto Seguro, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. O voo inaugural será um dia antes, 29, de forma simbólica, partindo de São Paulo para Brasília.

Até o momento a Itapemirim conta com apenas dois aviões modelo Airbus A320, mas espera outros três até o início das operações. A capacidade é para 162 passageiros.

Segundo o jornal Valor, no planejamento do grupo, até junho do ano que vem serão 50 aeronaves, todas Airbus, sendo 40 unidades A320 e 10 do A319, de tamanho menor. 

Para atrair clientes, a ITA está apostando no serviço de despacho de bagagem gratuito. Também está previsto serviço de bordo com refeições quentes quando os protocolos do Covid-19 assim permitirem.

Ainda segundo o Valor, a ITA tem uma disputa judicial com os antigos donos do grupo, a família Cola, em que está sendo pedido a anulação da venda da empresa sob a acusação de falsidade ideológica do comprador, no que o atual dono, Sidnei Piva, refuta.

Outro problema a ser resolvido é a questão da recuperação judicial. Só de impostos são devidos R$ 2 bilhões, segundo notícia do portal UOL. No entanto, o grupo afirma está seguindo o plano de recuperação e espera que a Justiça o encerre ainda em maio.

Previous Turismo de Vacina: Agências no RN oferecem pacotes de R$ 18 mil para imunização nos EUA
Next Para além da obrigatoriedade de cartazes contra LGBTfobia, empresários da Pipa buscam consolidar local como destino gay friendly

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.