Manifesto (ou porque fizemos este projeto)


Quem trabalha com jornalismo em Natal sabe que o ofício é para poucos.

É assim devido à dificuldade financeira inerente à economia da cidade, que retrai os anunciantes, criando um cenário de salários baixos e cargas horárias desumanas.

Mas não somente isso. Jornalismo é ofício para poucos também porque inexiste variedade de veículos.

Na noiva do sol, boa parte das publicações jornalísticas enxerga o mundo por meio de apenas um lado do espectro ideológico. São caolhos, por assim dizer.

E quem não vai por esse caminho são aqueles que se alinharam à políticos, consequentemente cedendo aos seus interesses.

Nisso, o veículo jornalístico deixa de ser algo à serviço da população e passa a ser um instrumento que atende à planos de poder.

Assim está montado o perverso jogo do mercado da comunicação.

De um lado, o público não vê sentido em financiar o jornalismo que não é produzido para ele. De outro, empresas que precisam se financiar buscam o poder político para garantir suas operações.

Este Expresso 84 nasce para agir diferente. O jornalismo praticado aqui vai ser local, orientado pelo e para o leitor.

Local porque acreditamos que a aproximação do jornalismo com a comunidade é capaz de fazer muita diferença na vida da população.

E local, também, porque a comunidade ganha quando se alimenta a diversidade de visões sobre a cidade.

Estamos nessa para contribuir com o debate público oferecendo novos pontos de vista sobre os temas que impactam o dia a dia de todos. E buscarem fazer isso de modo mais contextual e criativo.

Também buscaremos agir com criatividade na operação comercial, desenvolvendo produtos atrativos que financiem este projeto.

E faremos as coisas assim no Expresso 84 porque acreditamos que gerar impacto real na vida das pessoas é a melhor forma de financiar o jornalismo.

Esperamos que você venha conosco. Se você quiser contribuir com críticas e sugestões, nos envie um email: contato@expresso84.com.br

Previous Em 1 ano, casos de estupro de vulnerável crescem 28% no RN
Next Natal terá shows de Carnaval no Youtube

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.